Definindo objetivos e justificativas de um projeto

Umas das atividades que precisamos executar em Gerenciamento de Projetos é o desenvolvimento do do Termo de Abertura do projeto (processo 4.1 do gerenciamento de integração do projeto). Este documento identifica e autoriza o gerente do projeto, define as necessidades do negócio, o entendimento atual das necessidades do cliente, e o novo produto, serviço ou resultado que pretendemos satisfazer com o projeto, além da justificativa e objetivos do projeto. É comum, na prática, encontrarmos dificuldades para mapear estas duas variávies. Em certos casos, colocamos dados em justificativas que fazem parte do objetivo do projeto e vice-versa. Entenda melhor como coletar essas informações.

1) Objetivos: É a representação formal daquilo que se quer atingir com o término de um projeto. Estudando para a minha certificação PMP nos idos de 2004, tinha uma “colinha” que dizia que todo objetivo deve ser SMART (Specific, Measurable, Achievable, Realistic e Time-bound). Pois bem, hoje temos um complemento desta sopa de letrinhas do qual gosto mais: objetivos devem ser SMARTER (Specific, Measurable, Achievable, Realistic, Time-bound, Extending e Rewarding). Para o correto entendimento destas variáveis, elaborei o mapa mental abaixo.


download (versão pdf)

Exemplo: Vender 36000 unidades até a data de 31 de Dezembro de 2009, a partir de Janeiro de 2009, com uma média de venda de 3000 unidades/mês e com um custo total estimado de R$200.000,00

2) Justificaticas: é tudo aquilo que está oculto no objetivo, isto é, a razão de ser do projeto, o benefício gerado por ele. Trata-se de um desejo da organização (MISSÃO).

Exemplo: Aumentar o market share da companhia através do crescimento significativo de vendas de unidades oferecidas.

Gosto muito da definição do Vargas que diz que objetivo e justificativa se completam; ou seja, um não existe sem a associação ao outro. Toda justificativa pode caracterizar inúmeros objetivos.

Referência bibliográfica:
1- Viana Vargas, Ricardo. Gerenciamento de Projetos: estabelecendo Diferenciais Competitivos 7ª Edição: Brasport; 2009
2- PMI Institute. PMBoK: Project Management Body of Knowledge – 4º Edição, 2008
2- Mindjet Official Website

3 Comentários

  1. Elder 14/06/2010 at 11:38 AM #

    Ola, Alexandre. Como vai?

    Uma preocupação minha na mensuração dos objetivos, é separá-los em dois “mundos”:

    1. Objetivos do projeto;
    2. Objetivos do produto.

    Ou seja, os objetivos do produto (o que se deseja para o negócio) devem estar inteiramente interligados com os objetivos do projeto (o que será produzido). Acho isso importante para determinar, por exemplo, se o projeto não está tendo gold plating (requisitos não necessários para o atingimento dos objetivos do produto).

    Já consegui terminar um projeto com dois terços do prazo solicitado provando que o escopo remanescente não acrescentaria muita coisa nos objetivos do produto gerado.

    Um grande abraço,

    Elder Salvador, MBA, PMP.

  2. ANDRESA 12/02/2012 at 10:17 AM #

    gostei muito das explicações me foram muito uteis ,obrigado!!!!!!!!!!!!!

  3. Daniel G. klotz 02/11/2013 at 9:35 PM #

    Caro, eu realmente adorei seu artigo, especialmente este quadro onde é fácilmente identificável tanto os objetivos “SMARTER”, quanto o “5W2H”. Está faltando apenas as referencias bibliograficas.

Deixe uma resposta

UA-17398165-1